O que é Melasma? Saiba mais sobre as causas e tratamentos

O que é Melasma? Saiba mais sobre as causas e tratamentos

05 de Jul, 2024Equipe Jeitô

Muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre o que é melasma ou sequer sabem que têm essa condição dermatológica. Neste artigo, vamos esclarecer todas as dúvidas sobre o melasma, além de indicar cuidados, tratamentos e como identificar se você tem melasma.

 

O que é melasma?

Melasma é uma condição dermatológica que se caracteriza pelo surgimento de manchas escuras na pele, principalmente no rosto. Essas manchas são resultado de uma produção excessiva de melanina, o pigmento que dá cor à pele. O melasma geralmente aparece em áreas expostas ao sol, como o rosto, as bochechas, o nariz, a testa e o lábio superior.

O que causa melasma?

Vários fatores contribuem para o desenvolvimento do melasma. A exposição ao sol e aos raios UV é uma das principais causas, já que a radiação solar estimula a produção de melanina. Além disso, desequilíbrios hormonais, como os que ocorrem durante a gravidez ou devido ao uso de anticoncepcionais, também podem desencadear o melasma. A predisposição genética também desempenha um papel importante, pois algumas pessoas têm uma maior tendência a desenvolver a condição do que outras. 

Sabia mais sobre o Praiô Facial - Protetor Solar Vegano Facial


Quais os tipos de melasma?

Existem três tipos principais de melasma: o epidérmico, o dérmico e o misto. O melasma epidérmico afeta a camada mais superficial da pele, enquanto o melasma dérmico afeta as camadas mais profundas. O melasma misto envolve tanto a camada superficial quanto as camadas mais profundas da pele.

Conheça os sintomas do melasma

Os sintomas do melasma incluem o aparecimento de manchas escuras e irregulares na pele, especialmente nas áreas mais expostas ao sol. Essas manchas podem variar em tamanho e intensidade e geralmente se desenvolvem gradualmente ao longo do tempo.

Melasma de gravidez: Características específicas

O melasma de gravidez, também conhecido como cloasma gravídico, é uma forma específica de melasma que ocorre durante a gestação devido às mudanças hormonais que ocorrem no corpo da mulher. As manchas escuras geralmente aparecem no rosto, especialmente nas maçãs do rosto, no nariz, na testa e no queixo.

 

Tratamentos para melasma: 

Existem várias opções de tratamento disponíveis para combater o melasma. No entanto, é essencial consultar um dermatologista antes de iniciar qualquer tratamento para determinar o melhor curso de ação para o seu caso específico.

Uso de pomadas e cremes para melasma:

Nos últimos anos, houve melhorias significativas no mercado em relação a produtos clareadores para o melasma. Diferentes ingredientes ativos, como ácido kójico, ácido glicólico e hidroquinona, têm se mostrado eficazes no tratamento das manchas escuras da pele.

Utilização adequada do protetor solar:

Um dos aspectos mais importantes do tratamento do melasma é a proteção diária contra os raios UV. Recomenda-se o uso de protetor solar com FPS 30 ou superior e a reaplicação regular ao longo do dia, especialmente durante períodos prolongados de exposição ao sol.

Tratamentos profissionais para melasma:

Além dos produtos de uso tópico, os dermatologistas também podem recomendar tratamentos profissionais para o melasma. Isso pode incluir o uso de ácidos como ácido retinóico, ácido azelaico e ácido tranexâmico, bem como procedimentos como peelings químicos e laserterapia.


Conheça mais sobre o Creme Facial Vitamina C da Jeitô (link).


O que só o VITAMINA C da Jeitô faz?

  • Auxilia no clareamento e na uniformização do tom de pele.
  • Ajuda a combater sinais de expressão.
  • Hidrata as camadas mais profundas da pele.
  • Previne envelhecimento precoce da pele.
  • Propriedades antioxidantes e calmantes.
  • Estimula a produção de colágeno da pele, melhorando a firmeza e a elasticidade.
  • Promove regeneração celular.
  • Auxilia na redução da aparência de manchas escuras ou hiperpigmentação, uniformizando o tom da pele.

Erros que pioram o melasma

Alguns hábitos e comportamentos podem piorar o melasma, como a exposição excessiva ao sol sem proteção adequada, o uso inadequado ou insuficiente dos produtos clareadores e a falta de cuidados com a pele durante períodos hormonais sensíveis, como a gravidez.

 

Melasma e qualidade de vida

Além de afetar a aparência física, o melasma pode ter um impacto significativo na qualidade de vida das pessoas que o têm. As manchas escuras na pele podem causar constrangimento e baixa autoestima, levando alguns indivíduos a evitar situações sociais e até mesmo a desenvolver sintomas de ansiedade e depressão.


É importante entender que o melasma não é apenas uma questão estética, mas também pode ser um reflexo de desequilíbrios internos no organismo. Por isso, é fundamental abordar não apenas os sintomas visíveis da condição, mas também investigar e tratar as causas subjacentes, como desequilíbrios hormonais ou sensibilidade à luz solar.

Impacto psicológico do melasma

Para muitas pessoas, lidar com o melasma pode ser uma jornada emocionalmente desafiadora. As manchas escuras na pele podem fazer com que se sintam autocríticas e inseguras em relação à sua aparência. Isso pode levar a sentimentos de isolamento social e até mesmo a problemas de autoimagem e autoconfiança.


É importante reconhecer que o melasma não define a identidade de uma pessoa e que existem maneiras eficazes de lidar com a condição. Buscar apoio emocional de amigos, familiares ou grupos de apoio pode ser útil para enfrentar os desafios emocionais associados ao melasma.

Cuidados contínuos e prevenção

Além dos tratamentos disponíveis, os cuidados contínuos com a pele são essenciais para controlar o melasma e prevenir o seu agravamento. Isso inclui o uso regular de protetor solar, mesmo em dias nublados, e evitar a exposição prolongada ao sol, especialmente durante os horários de pico de radiação UV.


Além disso, é importante adotar uma rotina de cuidados com a pele que inclua produtos suaves e não irritantes, bem como evitar o uso de produtos que possam causar sensibilidade ou irritação na pele. Manter a pele limpa e hidratada também pode ajudar a reduzir a aparência das manchas escuras e melhorar a saúde geral da pele.


Em suma, o melasma é uma condição dermatológica comum que pode ter um impacto significativo na qualidade de vida das pessoas afetadas. No entanto, com o diagnóstico precoce, o tratamento adequado e os cuidados contínuos, é possível controlar o melasma e minimizar o seu impacto na saúde e bem-estar emocional. Se você está lutando contra o melasma, lembre-se de que não está sozinho e que há recursos e tratamentos disponíveis para ajudá-lo a lidar com a condição e recuperar a confiança na sua aparência e na sua vida.

Mais assuntos que você pode se interessar

Entenda como as fragrâncias são compostas para criar perfumes deliciosos
28 de Jun, 2024
A indústria da perfumaria é um universo fascinante, onde fragrâncias são cuidadosamente criadas para evocar sensações e emoções únicas. Desde os perfumes mais suaves e florais até os mais intensos e amadeirados, cada aroma é uma obra-prima composta por uma combinação intrincada de notas. Neste texto, vamos explorar como as fragrâncias são construídas, desde suas notas iniciais até suas nuances finais, e como a classificação da família olfativa orienta os perfumistas nesse processo criativo.

Comentários (0)

Não há comentários para este artigo. Seja o(a) primeiro(a) a deixar uma mensagem!

Deixe um comentário

Atenção: os comentários tem de ser aprovados antes de serem publicados